Eduane Danilo dos Santos usou a sua conta do facebook para rectificar a notícia que foi publicado por várias plataformas de informação incluído a. A aquisição feita na Gala amFAR em leilão Cannes foi para a aquisição de quadros de arte e não de um relógio como tem sido reportado. Segundo o comunicado feito por Danilo, os quadros de George Hurrell serão usados a favor da Associação “Espírito De Criança”.

Leia na íntegra o comunicado:

Eu, Eduane Danilo Dos Santos, soube com muita tristeza, a insatisfação que tem circulado nas redes sociais, com a divulgação de uma notícia errada como eu supostamente participei num leilão aonde adquiri um relógio no valor de 500 mil euros.
Gostaria de informar que eu participei sim num Leilão de caridade, não para a aquisição de um relógio, mas sim de uma coleção de Quadros de George Hurrell, em representação da minha associação “Espirito de Criança” .
A amFAR é uma fundação que tem como objectivo a pesquisa e a luta contra o SIDA/HIV, onde Angola se enquadra, pois é afetada por índices elevados da doença, e é preciso continuar com esta causa solidaria. Tenho forte convicção que devo estar envolvido nesta causa, e acredito que existe uma cura para HIV/SIDA, e devemos continua a procura deste tratamento. O valor monetário desta doação de 500.000€ vai se reflectir para continuarmos de uma maneira unida, a combater este mal que afecta a sociedade em Angola, e o mundo em geral, de forma difícil nos dias de hoje.
A saúde, a cultura e a educação são coisas importantes que defendo, e esta coleção de Quadros de George Hurrell fará parte da Associação ” Espírito De Criança “.
Nós, temos como objetivo enriquecer culturalmente os Museus Nacionais, e trabalhar juntamente com o Ministério da Cultura de Angola, para expor estas obras de arte de artistas internacionais de renome, a fim de promover a cultura e exposições nos museus Angolanos.
Estás causas são muito importante para nós, e de tudo faremos para continuarmos a lutar em prol de Angola, da Cultura Angolana e da melhoria de vida dos Angolanos.
Podemos as vezes não ser compreendidos de maneira correcta, e as nossas ações tiradas fora de contextos, e deturpadas, mas acreditem que do meu lado, de tudo faço para ajudar a melhorar a qualidade de vida dos angolanos, e sempre com amor e respeito ao meu próximo.
Caso as minhas ações tenham criado constrangimento ou mal entendido, agradeço que as desculpem pois não tive intenção de criar dissabores à todos vocês