A segurança nas eleições gerais angolanas, que se realizam a 23 de agosto, vai ser assegurada por 103 mil polícias, dos quais 75 por cento vão estar já de prevenção dentro de uma semana, foi hoje divulgado em Luanda.

Segundo o responsável da secção dos Planos Operacionais do Posto de Comando da Polícia Nacional, subinspetor Carlos Neto, dez dias antes da votação, toda a corporação vai estar envolvida na segurança e policiamento das eleições.

Carlos Neto, que falava à margem de uma palestra sobre "Eleições Seguras", para forças dos órgãos centrais da Polícia Nacional, disse que entre quatro a cinco polícias vão garantir segurança em cada uma das assembleias de voto, tendo em conta o fluxo operacional de cada província.

O responsável, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, observou que, em caso de necessidade, as assembleias de voto vão contar com reforço de unidades especiais, para qualquer intervenção.

No dia 23 de agosto deste ano, Angola vai realizar eleições, às quais concorrerem seis formações políticas - MPLA, UNITA, CASA-CE, PRS, FNLA e APN - e conta com 9.317.294 de eleitores

 

MAS NOTÍCIAS